, , , , , ,

Últimos dias para se inscrever no Workshop de Remoção de Palha

CTBE realizará, dia 17 de outubro, o Workshop: Remoção de Palha e suas Implicações

 

Evento será oportunidade para promover discussões entre pesquisadores, acadêmicos e líderes do setor sucroenergético sobre os desafios, gargalos, próximos passos e melhores estratégias para a remoção de palha. As apresentações irão reunir todas as informações obtidas e validadas pela equipe do Projeto SUCRE até o momento, indicando limitações, impactos locais e onde a remoção da palha deve ser priorizada, visando aumentar a sustentabilidade da produção de bioeletricidade, sem comprometer o ambiente produtivo. O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas. As inscrições vão até 1º de outubro.

 

INSCREVA-SE ATÉ 1º DE OUTUBRO CLICANDO AQUI

 

Promovido pelo Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), um dos quatro Laboratórios Nacionais do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), o workshop acontecerá em Campinas-SP, dia 17 de outubro. Além de pesquisadores do CTBE, dentre os palestrantes estão Carlos Eduardo Cerri e Maurício Cherubin, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP), apresentando resultados do Projeto Sispalha; Rafael Otto, também da ESALQ/USP, que irá tratar das recomendações de adubação em áreas de recolhimento de palha; e Marcos Kuva, da Herbae, com o impacto da presença de palha na infestação de plantas daninhas no canavial.

 

Clique aqui ou na imagem acima e acesse a página do Workshop

 

Sobre o Projeto SUCRE

O SUCRE é um dos principais projetos do CTBE e visa, junto às usinas do setor sucroenergético brasileiro, a implementação da produção de energia elétrica utilizando como matéria-prima a palha de cana-de-açúcar obtida durante a colheita. Para tanto, a equipe trabalha na identificação e solução dos problemas que impedem as usinas parceiras de gerarem eletricidade de forma plena e sistemática. A iniciativa é financiada pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, da sigla em inglês para Global Environment Faciliy), gerida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e implementada pelo CTBE, que integra o CNPEM.

Sobre o CTBE

O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O CTBE desenvolve pesquisa e inovação de nível nacional e internacional na área de biomassa voltada à produção integrada de energia, em especial do etanol de cana-de-açúcar. O Laboratório possui um ambiente singular no País para o escalonamento de tecnologias, visando a transferência de processos da bancada científica para o setor produtivo, no qual se destacam a Planta Piloto para Desenvolvimento de Processos (PPDP) e a Biorrefinaria Virtual de Cana-de-açúcar (BVC).